O reflexo da atrofia cultural no Brasil

0 Compartilhamentos
0
0
0
0
0

Em 2013, Ryoki sofreu um aneurisma e a partir desse episódio não conseguiu mais se mexer em função da neuropatia e atrofia muscular. Desde fevereiro, nosso autor recordista no Guinness com mais de mil livros publicados está acamado.

Indignados com a situação e tantas outras injustiças, principalmente em relação aos direitos autorais não repassados para o autor, a família iniciou um movimento de divulgar “O Valor da Intelectualidade no Brasil” e começar uma Campanha de reconhecimento e apoio a esse escritor que já foi comparado ao Pelé da Literatura.

Vivendo com apenas um salário mínimo e doações de cestas básicas da comunidade de Aracruz, no Espírito Santo, Ryoki encontra-se sob os cuidados de sua esposa Nicole, artista plástica e também escritora.

A situação do nosso autor brasileiro reflete parte da atrofia cultural no país.

Diante de tudo aqui exposto, ora reflexivo, ora opinativo ou até mesmo em um tom de revolta — afinal quem poderia imaginar o autor mais prolífico do mundo passar por uma situação dessas apenas porque mora em um país onde a cultura tem se diluído em detrimento daquilo que gera mais audiência e lucro em cima da grande massa — o casal Ryoki e Nicole, com a ajuda de seu filho e jornalista Georges, decidiram contar a história de vida em uma autobiografia inédita e empolgante, repleta de aventuras, conhecimento e muita sabedoria.

Assim, inicia-se um movimento para arrecadar fundos para a publicação de uma obra que certamente irá chocar muitas pessoas e ao mesmo tempo emocionar todos aqueles que enxergam a importância do trabalho desse grande escritor e de sua esposa dedicada às artes, natureza e espiritualidade.

Veja como você pode contribuir:

Doação Via PIX:

Pix Ryoki

OPÇÃO COM CHAVE PIX:
771406be-2ccb-4c7b-8d38-32d8c2da6284

.

Doação pela plataforma Vakinha:

Vakinha

.

ou Adquira a Coleção Exclusiva de Cachimbos do Autor

Comprar Coleção de Cachimbos

.


APOIO:

Jornalismo Colaborativo

0 Compartilhamentos
Leia Também